terça-feira, 24 de novembro de 2009

O propósito central das Escrituras




Por Suzana Corrêa.


“Tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.

Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos.

E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.”

(Deuteronômio 6:7-9)



Para começar, gostaria que nesse instante em que parou para ler esse artigo, você pensasse se sua vida hoje faz sentido, se realmente se sente no lugar certo, fazendo a coisa certa!

Pense mais um pouco e tente chegar à conclusão da seguinte pergunta: Quais são as 5 funções mais importantes que você desempenha na vida hoje?


Vivemos no mundo, mas não somos do mundo. Disse Jesus bem perto do momento da sua morte ao expressar uma sincera oração a Deus (Jo.17:15). Jesus se referia a nós quando falava ao Pai para que não nos tirasse desse mundo cruel e maligno, mas que nos livrasse do mal. Ao orar essas palavras, Jesus sabia exatamente o peso que seria para nós continuarmos vivendo aqui na Terra.

Vivemos numa sociedade corrupta, maliciosa, egoísta e apressada. A nossa tendência é ir pelo mesmo caminho ao passo que estamos inseridos nela, mas de acordo com essa oração de Jesus podemos ter a confiança de que estamos sendo dia após dia resguardados do mal.

Estamos sendo guardados da maldade dos homens, do pecado, das tentações, do desespero, da falta de fé, falta de amor e esperança.

Deus é esse que tem guardado os nossos corações e a nossa alma para que estejamos firmes até o fim com nossos olhos no alvo que é Jesus Cristo.

Mas Deus nos deixou uma tarefa descrita em Sua Palavra, algo que irá a cada dia nos auxiliar e nos ensinar a continuar ‘vivendo e sobrevivendo’ nesse mundo.

Essa tarefa serve para nós e para nossa descendência, serve para nós e nossos discípulos, serve para ser absorvida por quem entende que precisa viver na prática da Palavra de Deus.

Em Dt.6:7-9 Deus fala ao Seu povo através de Moisés. Vamos examinar esses três versículos.

Versículos 6 diz: Tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.

Inculcar, falar, tanto no caminho, quanto assentado ou deitado...

Essa era a responsabilidade que Deus colocava diante do povo de Israel naquela época para que Sua lei e Seus mandamentos não fossem esquecidos ou perdidos.

Muitos lares e casamentos hoje têm sido destruídos porque não têm sido fundamentados na Palavra de Deus. Precisamos dar valor ao que recebemos de Deus como ordenança e seguir em santidade e amor, e não somente seguir, mas ensinar àqueles a quem o Senhor nos confiou. Nossos filhos tanto os gerados em nós quanto àqueles que são gerados através de nós, filhos espirituais.

Versículo 7 diz: Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos.

Mão fala de obras, daquilo que realizamos, conquistamos, ou seja, tudo o que fizermos deve passar pela permissão de Deus e deve O glorificar.

Não temos como esquecer quando somos casados a nossa aliança, ela está ali, na nossa mão esquerda! Atada em nós ela representa algo de muito valor, e eu até diria algo de um valor inestimável.

Deus pede ao povo que coloque Sua Palavra atada à sua mão, Ele não deixa dúvidas de como isso é importante na vida do ser humano.

“Te serão por frontal entre os olhos”aquilo que os nossos olhos vêem na maioria das vezes é o que dita o nosso comportamento e as nossas decisões. Se vivermos uma vida longe de Deus, sem comunhão com Ele e com Sua Palavra, vamos nos guiar a nós mesmos, cegos guiando cegos. O fim disso tudo é o que temos visto muitas vezes em jornais e noticiários dos quais não vou me referir, pois estão espalhados por toda parte. Se a Palavra de Deus estivesse sendo espalhada com a mesma proporção que as péssimas notícias que vemos e ouvimos, teríamos menos dessas próprias notícias no mundo em que vivemos.

Versículo 9 diz: E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.

Ter algo nos umbrais das portas significa ter um sinal diante de Deus, dos homens e de Satanás. Isso se explica no livro de Êxodo no capítulo 12 versículos 22 a 24 que diz:

“Tomai um molho de hissopo, molhai-o no sangue que estiver na bacia e marcai a verga da porta e suas ombreiras com o sangue que estiver na bacia; nenhum de vós saia da porta da sua casa até pela manhã. Porque o Senhor passará a ferir os egípcios; quando vir, porém, o sangue na verga da porta e em ambas as ombreiras, passará o Senhor e não permitirá ao Destruidor que entre em vossas casas, para vos ferir. Guardai, pois, isto por estatuto para vós outros e para vossos filhos, para sempre.”

O sinal que temos que ter diante de todos é o de Santidade ao Senhor, e somente o que produz santidade em nós é a Palavra genuína e vívida do Espírito Santo. Não há como ser diferente sem ter a Presença de Deus.

Uma das diferenças entre o tempo em que o povo de Israel viveu e o tempo em que nós vivemos hoje é que naquela época eles precisavam imolar um animal para marcar suas portas com esse sangue. Nós já imolamos o nosso cordeiro, nós mesmos através dos nossos pecados e delitos, através das nossas maldades e friezas, crucificamos a Cristo. Todavia esse sacrifício se deu uma única vez por toda a Humanidade (Hb.9:26), e hoje nós temos o selo do Seu Espírito em nós; essa marca que nos diferencia do mundo. Temos o amor vivido e praticado uns pelos outros. Essa marca que temos sobre nós é a de um Cristo ressurreto e de Sua santa Palavra escrita em nossos próprios corações.


Podemos até pensar que naquele tempo era até mais fácil, porque a prática eram as leis e sacrifícios, hoje a prática vai muito mais além, a prática é o amor e o viver constante da Palavra de Deus.


Se você no início desse artigo parou para pensar nas 5 mais importantes funções que você desempenha hoje, eu te desafio a repensá-las com base no que aprendemos através da Palavra de Deus!


Só encontramos propósito para viver quando nos encaixamos naquilo em que precisamos realmente viver, que é a vontade de Deus, escrita, expressa, revelada ou até mesmo individual para cada um de nós!

Que Deus abençoe sua vida!

Um comentário:

Fernando Corrêa Pinto disse...

Amém queridos, grande abraço.
Fernando Corrêa Pinto