quinta-feira, 27 de maio de 2010

Cristianismo

Por Fernando Corrêa
Lucas 9.23

“E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me”.

Por muito tempo tenho escutado e lido autores que se dedicam a estudar a religião, e realmente percebo que quando o assunto é o cristianismo me parece que tais autores se tornam muito infelizes em suas colocações. Afirmo isso porque constantemente vejo afirmações como: “o cristianismo matou, o cristianismo roubou, o cristianismo escandalizou. Na realidade o cristianismo nunca fez nada disso.
Quando pensamos em cristianismo precisamos entender que o cristão é aquele que segue a cristo. É bem verdade que ninguém consegue imitá-lo em tudo, entretanto não consigo imaginar alguém que se de declara cristão roubando, matando ou provocando escândalos. Enganamos-nos com os movimentos que perpassaram esses últimos 2000 anos e infelizmente muita gente sem discernimento não consegue enxergar que os verdadeiros cristãos andaram na periferia e muitos ainda andam, não afirmo com isso que os movimentos religiosos denominados como cristão vivem em total desacordo com os ensinamentos de cristo mas afirmo que praticas reprováveis por Cristo não pode ser atribuída ao cristianismo e sim a indivíduos falsos, egoístas e desonestos.
A verdadeira Igreja tem paz como afirma o texto acima. Movimentos que promovem a violência de maneira nenhuma podem ser considerados. Os cristãos possuem unidade em torno do Espírito Santo, contribuem para a edificação mutua de seus membros e temem a Deus em primeiro lugar. A Igreja também cresce em maturidade e em número.
Concluo afirmando que Jesus é o único caminho, ele não escandaliza, não falha, ele ama a todos e salvará muitos.
Jesus continua sendo Senhor e Salvador. Continua recebendo quem se entrega para Ele e continua transformando vidas por amor e para glória de Deus.


Nenhum comentário: