terça-feira, 16 de outubro de 2012

Deus não esquece de sua igreja.


Por Fernando Corrêa Pinto


Romanos 1,17


Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé,  como está escrito: Mas o justo viverá da fé.

Fé e arrependimento foi a base da pregação de Jesus e seus discípulos e dos discípulos que vieram na sequencia .  A mensagem de salvação era central era e é básica para o homem caído. Todavia com o passar do tempo a “igreja” romana foi se corrompendo e levando essa mensagem tão importante para a escuridão. Ela se tornou vaidosa, violenta e enganadora, até chegar o ponto de não mais viver para a Glória de Deus. Nesta caminhada muitos tentaram restaurar o valor original do cristianismo, como John Huss, John Wycliffe e outros. Contudo alguns foram mortos e outros rejeitados.


No meio desse turbilhão, em 1483 nasce Martinho Lutero. Que após sentir o chamado de Deus para o ministério se torna um monge agostiniano. Em uma visita ao Vaticano ele percebe os desvios da igreja romana. Em 31 de outubro de 1519, Lutero fixo suas famosas 95 teses contra a venda de indulgências, na porta da Igreja Católica do Castelo de Wittenberg, na Alemanha. Essas teses eram contrarias aos interesses teológicos e, econômicos da Igreja Romana. Este ato marca o inicio da Reforma protestante.
A Palavra de Deus diz que o inferno não prevalecerá contra a igreja do Senhor, desta forma posso entender que este movimento foi algo gerado pelo Espírito Santo para trazer um reavivamento para a igreja Sua igreja. Após este episódio muitos semelhantes aconteceram e diversas partes do mundo. Desta forma a história tomou um novo rumo. Liberdade para conhecer a Deus e sua Palavra foi o fruto deste árduo trabalho.
Certamente hoje também precisamos de uma nova reforma. Uma reforma que desperte o crente ao temor a Deus, a oração e meditação na sua Palavra. É preciso buscar os dons do Espírito Santo e se encher de coragem para pregar o evangelho e fazer discípulos. Coragem para viver para Cristo e não se envergonhar do evangelho, que é o poder de Deus para aqueles que creem.
Que possamos ser inspirados pelos exemplos dos grandes homens de Deus, mas principalmente por sua Palavra e pelo poder de Jesus. Que possamos ser luz nesse mundo e sal nesta terra, para proclamar ao mundo a justificação pela fé em Jesus Cristo e receber a herança da salvação de graça.
O Senhor nunca se esquecerá da sua igreja.
 Amém.

Por Fernando Corrêa Pinto









Nenhum comentário: