terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Introdução ao conceito de Seitas e Heresias.

Por Fernando Corrêa Pinto
porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
É possível observar nas ultimas décadas o emergir de algumas novas seitas. Além deste fato ser uma realidade presente, também vemos aquelas antigas receberem em suas fileiras novos adeptos.  Este é certamente um motivo para que o filho de Deus se posicione. Neste sentido a busca de conhecer tais movimentos e desmascará-los se torna fundamental para ajudar aqueles que ainda estão iniciando na fé ou que ainda não conheceram o caminho de Deus.

Heresia deriva da palavra grega háiresis e significa: "esco­lha", "seleção", "preferência". Daí surgiu a palavra seita, por efei­to de semântica.   Do ponto de vista cristão a heresias é o abandono da fé e a escolha de seguir suas próprias idéias ou idéias de outros grupos.
Veremos aqui qual a importância de se estudar a respeito das seitas. Em primeiro lugar porque o surgimento de falsos ensinos se trata de um sinal escatológico. Vemos a afirmação de Paulo. "Mas o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tem­pos alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos engana­dores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam men­tiras, e que têm cauterizada a própria consciência". (1 Tm 4,1)
Ainda o Apostolo Pedro afirma:
"Assim como no meio do povo surgiram falsos profetas, as­sim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão dissimuladamente heresias destruidoras, até ao ponto de negarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictíci­as; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme" (2 Pe 2,1-3).
Observemos algumas expressões empregadas neste texto. Vejamos a palavra falso profeta.
Ψευδοπροφητης  pseudoprophetes
1) quem, agindo como um profeta divinamente inspirado, declara falsidades como se fossem profecias divinas
2) falso profeta

É possível entender que o objetivo destes agentes é se parecer com o verdadeiro profeta ou com o verdadeiro mestre, todavia são enganadores movidos por avareza e palavras são mentirosas. Certamente estes enganadores acabam arrebanhando muita gente e podem até enganar os filhos de Deus, conforme Mt. 24,24.
Como identificar uma seita?
Uma seita pode ser identificada por meio do que ela ensina a respeito dos seguintes assuntos
1. A Bíblia Sagrada
2. Deus
3. A queda do homem e o pecado
4. A Pessoa e a obra de Cristo
5. Espírito Santo
6. A salvação
7. O porvir
8. Revelação
Estes assuntos devem estar alinhados com as Escrituras Sagradas. Por esse motivo o aprofundamento teológico a meditação nas escrituras e oração são fundamentais para compreender bem cada uma deles.
Na própria bíblia podemos ver os motivos que levam indivíduos a se voltarem para o caminho da heresia. Abaixo vemos alguns deles:
1. A ação diabólica no mundo (2 Co 4.4).
2. A ação diabólica contra a Igreja (Mt 13.25).
3. A ação diabólica contra a Palavra de Deus (Mt 13.19).
4. O descuido da Igreja em pregar o Evangelho completo (Mt 13.25).
5. A falsa hermenêutica (2 Pe 3.16).
6. A falta de conhecimento da verdade bíblica (1 Tm 2.4).
7. A falta de maturidade espiritual (Ef 4.14).
Naturalmente após considerar esta breve reflexão, precisamos seguir estudando cada uma das presentes seitas deste tempo. Para que sejamos excelentes no conhecimento de Deus, aptos para esclarecer a outros e pregar a Sua Palavra com autoridade.

Fernando Corrêa Pinto



OLIVEIRA. Raimundo, Seitas e Heresias, um sinal do fim dos tempos, Rio de Janeiro, CPAD, 2002. p.

Nenhum comentário: